Pensamentos Gerais

"Sem valores verdadeiros, uma democracia não passa de uma confederação de loucos" Corazón Aquino

Adeus Privacidade

Cada dia que passa vem uma nova surpresa!

Tem mais uma lei (FATCA) nos EUA que põe em xeque a privacidade.

Desta vez o sigilo bancário é atacado e como desculpa utilizam os atos praticados por alguns para efetivar um dos passos da lavagem de dinheiro (a ocultação).

Em notícia no portal do Senado Federal consta “o acordo representaria a base legal para que os dois países entrem em um entendimento sobre a troca direta de dados fiscais entre a Receita Federal e o Internal Revenue Service (IRS) americano.”

Após a assinatura as transações bancárias de todos estarão sob a mira dos economistas americanos.

Vamos deixar que uma lei americana autorize a espionagem de todos.

Desta forma vamos ligar as teletelas . . . .

Mauro Ribeiro

* F.A.T.C.A. – Foreign Account Tax Compliance Act

* O crime de lavagem de dinheiro é compreendido em três ciclos (colocação, ocultação e integração) – Abaixo tem um esquema:

Privacidade em Risco

Desde o advento das leis (SOPA, PIPA e aquelas tupiniquins das quais não lembro o nome) que tencionam prevenir a distribuição indiscriminada de conteúdo pela Internet tenho percebido que o direito de ser deixado só está ainda mais ameaçado.

Há relatos que durante os anos de guerra fria foi criado um sistema de vigilância das de comunicações chamado Echalon com intuito de manter a segurança de um dos lados em disputa. Naquela época havia poucas estruturas que permitiam contato entre as pessoas dentre elas as principais eram telefone e as ondas de rádio e de maneira física a carta. Desta forma a privacidade dos usuários se mantinha.

Com o decorrer do tempo surgiram outros meios de comunicação, em especial a Internet, permitindo contato com custo menor e maior agilidade. Em princípio a Rede continha apenas conteúdo estático não permitindo interação e de maneira geral os editores (postadores, colaboradores) eram conhecidos. Devido a necessidade de interação social inerente ao ser humano o ambiente da Rede modificou-se e passou a permitir alguma forma contato direto evoluindo para a atualização quase instantânea da atualidade.

Juntamente com a instantaneidade surgiram os problemas. A facilidade de disponibilizar qualquer conteúdo na nuvem possibilitou que mais conhecimento fosse partilhado e discutido. Mas, também trouxe conteúdos não aceitos pela sociedade e outros que são proibidos legalmente.

Difundiu-se que o anonimato no ambiente virtual seria garantido. Ledo engano. Desde o inicio das comunicações digitais são enviadas informações que tem a finalidade de encaminhar os pacotes aos destinatários corretos e possibilitar o retorno dos dados. Demonstrado na imagem como source e destination IP adress.

Esquema de protocolo IP
De posse destas informações fica fácil traçar a rota inversa e descobrir o equipamento que transmitiu a mensagem e na sequência o usuário que elaborou o conteúdo. Em tempos de instanteinidade imediatizou-se a localização do emissor da mensagem. As empresas apostam alto neste retorno das mensagens e aproveitam para cruzar os dados existentes no equipamento do usuario em cookies gravados e naqueles fornecidos durante as navegações que ficam registrados nos softwares.

Bancos de dados são moeda corrente para aquele que se aventura nos mares revoltos da WEB. A decisão de quais caracteristicas iremos divulgar é exclusiva do usuário e também o ônus de naufragar em meio aos SPAMS recebidos pelo excesso de exposição. As teletelas não se tornaram realidade mas há espionagem constante em todos momentos em que se fica conectado.

obs.
Direito de ser deixado só – garantido em quase todas as legislações no mundo. No Brasil firmado na CF art. 5 incisos X e XII. Também no Código Civil artigos 20 e 21.
Teletela – equipamento instalado em todos lugares para observar o comportamento das pessoas presente no livro 1984 de George Orwell. Serviam de olhos para o Grande Irmão, o Estado personificado.

MAURO RIBEIRO

Advento – Um tempo Muito Especial – II

No terceiro domingo do Advento (11/12/2011) a voz que clama no deserto aumentou de intensidade e já afirma que o Messias está em meio ao povo. Hoje, estaríamos nós preparados para esta novidade?

Acaso o comportamento atual seria muito diferente daquele praticado pelos fariseus? Buscando incriminar João Batista acreditando ser ele o Salvador.

O filho de Izabel demonstrou grande conhecimento sobre Aquele que viria após com o batismo do Espírito.

Tem-se também nesta celebração através dos textos vestibulares grandes mensagens que devem ser observadas por todos cristãos (não somente católicos). Há convite do apóstolo Paulo para que sejam dadas graças ao Senhor em todas as situações e que a oração seja prática constante. Mas, você vai indagar, nas situações em que o resultado não é benéfico? Devemos agradecer as coisas boas que ocorreram até aquele evento e pedir iluminação para conseguir melhor resultado na próxima oportunidade.

Também o profeta Isaias fornece um modelo de oração de agradecimento que deve ser dirigida a Deus exaltando as benesses concedidas. Este modelo também é percebido em outros trechos da sagrada escritura.

Depois desta reflexão estaremos prontos para comemorarmos a festa de aniversário deste Salvador que está em meio a multidão, como diria João Batista, e não conseguimos reconhecer? E, quando O encontrar nos alegraremos como o Apostolo Paulo e o profeta Isaías recomendam?

Advento – Um Tempo Muito Especial – I

O ano civil está acabando e já começa o ano litúrgico.

Durante quatro semanas há preparação profunda dos católicos com vistas a um dos maiores eventos ocorridos na história da humanidade.

Ao final do mês de dezembro, mais precisamente no dia 25, é celebrado nascimento de Jesus Cristo. Em torno deste evento há divisão da história.

Na primeira semana, começada com a celebração da missa em 27/11, houve a advertência para todos os cristãos estarem preparados para a volta de Cristo. Há exortação para o constante estado de vigília, pois “ele virá como o ladrão” surpreendendo aqueles que não estiverem preparados.

A segunda semana, com inicio hoje (04/12), convida para a reflexão da necessidade de preparação para aguardar a vinda do Salvador. Na liturgia há clara menção a João Batista, precursor dos ensinamentos de Jesus.

Devemos todos ouvir a voz que clama no deserto” e endireitar os caminhos de acesso ao coração para quando o salvador chegar estarmos apostos e preparados para recebê-Lo.

No percorrer destas semanas farei mais observações pessoais acerca destes e outros assuntos.

 

Segundo Passo

Vou começar a utilizar novas ferramentas para edição no Blog de forma experimental. Atualmente momento utilizo uma versão beta (2010) da ferramenta de edição de textos mais popular (pelo menos no Brasil) existente.

Passemos ao assunto interessante.

No dia 03/10/2010 tive a oportunidade de participar do jogo democrático existente no Brasil como participante de uma mesa receptora de votos na função de mesário.

Contrariando as expectativas que me foram passadas por familiares e conhecidos que já exerceram esta função percebi como uma experiência saudável e engrandecedora. Não é perca de tempo como foi dito por muitos, nem estafante e enfadonha.

Foram as melhores horas a serviço da comunidade que neste ano estive prestando. Pude perceber, nas reações dos eleitores diante da urna eletrônica, que o instrumento elogiado em vários locais do mundo no seu país de origem é praticamente um desconhecido.

Todo o histórico anterior em terras tupiniquins que deram motivos para criação da sofisticada máquina de votar é motivo para muitos livros e publicações das mais variadas maneiras e não convém a este post esmiuçar tão detalhadamente estas intervenções históricas.

Como resultado deste dia terei de concordar com o voto obrigatório, mesmo sendo contrassenso exercer um direito por obrigação e concordar com a máxima de que o O Brasileiro não está pronto para o voto facultativo’ .

E como as situações transcorrem de forma estranha no dia do pleito, vê-se candidatos em plena campanha dentro das seções eleitorais. Que mesmo que não digam palavra a presença já serve para intimidar eleitores indecisos. E a falta de confiança no equipamento acaba por assustar quem vê o trânsito como forma de vigilância.

Sabe-se que o sufrágio é um direito inerente a democracia que deve ser aproveitado por todos para demonstrar seus anseios. E com esta informação os organizadores de campanhas apostam em figuras carimbadas que em outras épocas (quando o voto era em papel) representaria um voto nulo para aumentar a participação no cenário politico.

Há um recurso muito utilizado pelos organizadores de campanhas chamado “coeficiente eleitoral” que serve para distribuição dos postos concorridos naquele pleito.

Mas este assunto já pertence a outra discussão que não faz necessariamente parte do dia de trabalho como mesário.

Mauro Ribeiro
(41) 8415-0153


Hello World

Para alguém que gosta de informática esta é a primeira expressão que ocorre nos exercícios práticos ficando a frente da raposa marrom que pula sobre o cão preguiçoso.

Nada mais justo que seja abertura de qualquer pagina daqueles, que como eu, são fanáticos por tecnologia mesmo por vezes não tendo recursos para acompanhar a evolução do sonho de consumo. Afinal, mesmo com o ritmo da evolução seguindo a lei de MOORE e sendo possível prever o preço e a velocidade que estará os serviços não dá para acompanhar já que meus rendimentos não seguem na mesma proporção.

Para quem não conhece a historia Gordon Moore, um dos fundadores da Intel, durante a década de 70 afirmou que a potência dos processadores dobraria a cada 18 meses. Sabe-se que a barreira não foi ainda superada. E para complementar o tamanho dos processadores diminui na mesma proporção e os custos constantes. Há estudos com nanotubos, chips óticos e processadores quânticos, mas estas ultimas opções apesar de existirem estão mais para tecnologia de bordo para Enterprise do que para nossa geração usar.

Vamos fazer deste endereço um local de encontro periódico para exposição de ideias e discussão de assuntos diversos.

##É necessário que seja dado os créditos pelo conhecimento aqui repassado, aprendi em meu curso de informática básica e no sitio do clube do hardware.##

**Recebo mensagens em meu celular já que minha vida de acadêmico e trabalhador não permite que atenda ligações. As vezes tenho a impressão de que meu aparelho sente falta de que eu manuseie ele.**

Mauro Ribeiro

SMS – (41)8415-0153

 

Post Navigation